--> Principal --> Imagem do mês --> 2006 --> junho
Encefalite Límbica [junho 2006]

INFORMAÇAO


Homem de 49 anos com antecedentes de abscesso pulmonar e IAM inferior prévio 5 meses antes da internação. Um mês antes da internação apresentou um episódio sincopal e uma semana antes, um quadro descrito como ataque psicótico. Na internação apresentou desorientação, flutuação do nível de consciência, febre e monoparesia de extremidade superior direita (ESD). A punção lombar não mostrou nada além de uma discreta hiperproteinorraquia. Na RM haviam lesões hiperintensas disseminadas pelo encéfalo. (Imagem 1).

Desenvolveu uma epilepsia refrataria ao tratamento convencional, com crises focais repetidas e estado convulsivo e frequentes crises de alucinações acompanhadas de percepções sensoriais vívidas (crises uncinadas).

Durante a necropsia encontrou-se um carcinoma indiferenciado de pulmão tipo “oat cell”. Tanto no encéfalo, como no tecido nervoso associado ao intestino encontrou-se um intenso infiltrado mononuclear, intersticial e perivascular com fenômeno de gliose neuronofagia e perda neuronal. Os anticorpos anti-HU foram positivos.A encefalite límbica é um processo inflamatório de natureza auto-imune desencadeado pela existência de um câncer subjacente, frequentemente de pulmão (“oat cell”), mama, seminoma, linfomas, etc. Clinicamente se caracteriza por uma apresentação de curso agudo ou subagudo e consiste em alterações de conduta e de memória e crises epiléticas parciais complexas ou temporais, as chamadas crises uncinadas com alucinações e alterações vegetativas proeminentes.

Autores:

Juan I Pérez Calvo
José Luis Morales Rull
Tomás Castiella Muruzábal *

Servicio de Medicina Interna
* Servicio de Anatomía Patológica
Hospital Clínico Universitario “Lozano Blesa”
Zaragoza-España

Tradutora: Karina Rinaldo

 

 


 
 
Ultima actualización 1 junio 2006 english spanish german